Desporto

FC Porto nega compra de resultado com Estoril

O FC Porto reagiu, nesta quinta-feira, à notícia sobre uma alegada compra do resultado com o Estoril. Os dragões falam em “pseudonotícia” que serve apenas para “desestabilizar”.

“Os factos, como sempre no caso de matérias relacionadas com o FC Porto, serão comprovados documentalmente”, refere o clube da Invicta, em nota colocada no seu site oficial.

Daí que seja “totalmente falso que a segunda parte do nosso jogo contra o Estoril tenha sido objeto de qualquer negócio”.

O emblema portista diz que esta notícia “só pode ser uma tentativa frustrada de desestabilizar”, numa altura em que os azuis e brancos seguem na liderança do campeonato.

O FC Porto explica ainda que esta notícia quebra valores da ética do jornalismo.

“A primeira é que foi publicada sem que o FC Porto fosse contactado. A segunda é que não se percebe de que modo uma denúncia anónima faz o seu percurso entre a Procuradoria-Geral da República e o jornal ‘A Bola'”, sublinham os portistas.

Na nota publicada, nesta quinta-feira, os azuis e brancos dizem ainda que outra das razões para esta ter aparecido é para “atingir o bom nome dos dirigentes de ambos os clubes e, acima de tudo, desestabilizar os jogadores de ambas as equipas, que têm pela frente desafios importantes para os seus objetivo”.

A Procuradoria-Geral da República (PGR), recorde-se, recebeu uma denúncia anónima, que foi conhecida nesta quinta-feira, por causa da segunda metade do jogo entre Estoril-FC Porto.

No duelo, os portistas venceram por 3-1, depois de estarem a perder por 1-0, quando o jogo foi interrompido.

O Estoril também já reagiu, negando as acusações.

Mais partilhadas da semana

Subir