Hoje é dia

26 de janeiro, nasce José Mourinho, o ‘special one’

Filho de Félix Mourinho, o pequeno José não teve talento para seguir as pisadas do pai, como futebolista. Mas tratou o futebol como uma ciência rigorosa e transformou-se no melhor treinador do mundo. Hoje, dia 26 de janeiro, assinala-se o seu aniversário.

Hoje é dia de homenagear José Mourinho, que nasceu em Setúbal, no dia 26 de janeiro de 1963.

É filho do antigo jogador e treinador Félix Mourinho. E se ficou na sombra do pai, como futebolista, fez o inverso a qualquer treinador do mundo, tornando-se ele próprio o melhor treinador do mundo, na eleição da FIFA, em 2011.

A carreira de treinador de José Mourinho começou na década 90, no Estrela da Amadora (como preparador físico e mais tarde como adjunto) e no Vitória de Setúbal. Até que Bobby Robson reconhece qualidades e chama-o para o projeto do Sporting, como tradutor e braço direito.

Mourinho esteve ao lado de Robson nas passagens do técnico britânico pelo FC Porto e pelo Barcelona. E é na Catalunha que o português se desprende da alcunha de “tradutor” para ajudar Van Gaal na preparação dos jogos.

Até que em 2000 o Benfica despede o técnico alemão Jupp Heynckes, à 4.ª jornada, e Vale e Azevedo chama José Mourinho para o cargo. O português estreia-se a perder, mas afirma-se sem pedir tempo e vai conquistando os adeptos.

Entretanto, há eleições no Benfica e Manuel Vilarinho sucede a Vale e Azevedo. Mourinho não era o treinador que Vilarinho pretendia, mas os bons resultados davam força a José Mourinho.

Apesar de tudo, acaba despedido, sendo que nessa mesma época vai treinar a União de Leiria, clube que representa até o FC Porto o contratar, para o lugar de Octávio Machado.

De dragão ao peito, nem começa bem a temporada, mas faz uma promessa, com firmeza e convicção, quase certeza: “No próximo ano seremos campeões”. A partir daqui, a história de José Mourinho conta-se com títulos.

Cumpriu a promessa e despertou o interesse de grandes clubes. Em 2003, é campeão pelo FC Porto, ganha a Taça UEFA e a Taça de Portugal. No ano seguinte, torna-se bicampeão e conquista a Liga dos Campeões. O mundo do futebol estava aos seus pés.

Em 2004, o Chelsea de Roman Abramovich contrata José Mourinho, que se torna o treinador mais bem pago do mundo. Perante as dúvidas de que triunfaria além-fronteiras, usa um discurso forte e autoproclama-se o “special one”, perante os jornalistas ingleses.

E a verdade é que Mourinho é mesmo especial. Em 2005, ao lado da sua equipa técnica do FC Porto, e levando consigo algumas das pedras centrais da equipa portista, conduz o Chelsea ao título, que escapava há 50 anos ao clube londrino.

Depois do bicampeonato no Chelsea, chega a acordo com o milionário Abramovich em 2007, para a rescisão de contrato, e, no ano seguinte, ruma a Itália, para treinar o Inter. O ‘special one’ passa a ser ‘lo speciale’.

E ao serviço do clube de Milão, volta a ser campeão e a 22 de maio de 2010, vence a Liga dos Campeões, de novo, derrotando na final o homem que lhe retirara o rótulo de ‘tradutor’: o holandês Van Gaal, que estava ao serviço do Bayern Munique.

Mourinho tornou-se o primeiro treinador do mundo a fazer o triplete – ganhar o campeonato nacional, a taça e uma competição europeia – por duas vezes: ao serviço do FC Porto e do Inter.

Em 26 de maio de 2010, o presidente do Real Madrid anunciou José Mourinho como novo técnico, com o treinador português a galopar para mais um título…

“Vencer” é o verbo que Mourinho melhor sabe pronunciar. Hoje, dia do seu aniversário, faz-se uma vénia ao especial, sempre grande, mesmo na pior fase da sua carreira.

Prossegue a carreira no Manchester United, para mais um grande desafio na sua carreira.

Nasceram a 26 de janeiro Nicolae Ceauşescu, ditador romeno (1918), Paul Newman, ator norte-americano (1925), Bernard Tapie, político e empresário francês (1943), Robert Cailliau, engenheiro belga (1947), Anders Fogh Rasmussen, primeiro-ministro da Dinamarca (1953), Eddie Van Halen, guitarrista dos Van Halen (1955), José Mourinho, treinador de futebol português (1963), e Mia Rose, cantora inglesa (1988).

Morreram neste dia Edward Jenner, médico inglês, inventor da vacina contra a varíola (1823), Arthur Cayley, matemático britânico (1895), José Linhares, ex-presidente brasileiro (1957), Frederico George, arquiteto e pintor português (1994), e Demis Roussos, cantor grego (2015).

Mais partilhadas da semana

Subir