Nas Notícias

Câmara de Cascais ameaça encerrar praias

As enchentes de ontem nas praias, em especial nas de Carcavelos, surpreenderam a Câmara de Cascais, que agora ameaça encerrar os espaços balneários.

Em comunicado, a autarquia frisou que “as praias não são um lugar seguro neste tempo e neste contexto”, lembrando que ainda é inverno e… regista-se uma pandemia de Covid-19.

“É altamente desaconselhada a deslocação até às zonas balneares ou de grande concentração de pessoas. Vale sempre reafirmar o óbvio: a contenção do coronavírus é feita em casa, não é feita nas ruas ou nas praias”, sustentou a Câmara de Cascais.

Ao risco de contágio soma-se o de afogamento, pois ainda é inverno, com o mar a registar grande amplitude de marés, com correntes e ondulação fortes.

“Ontem, nas praias de Cascais, registaram-se 20 ocorrências: dez de primeiros socorros e outras dez de salvamento”, salientou o município.

A deslocação até às praias, quando se pede a todos que se evitem concentrações para travar o contágio do novo coronavírus, é “desaconselhada e civicamente censurável”, insistiu a Câmara de Cascais, que ainda assim acionou equipas de vigilância em várias praias, “para que ao problema grave de saúde pública não se some outro de segurança”.

“Lembre-se: A contenção eficaz do Covid-19 não é feita nas praias. Não vá a banhos. Vigie as crianças e não vire as costas ao mar”, insistiu o município.

O comunicado termina com uma ameaça: caso as “medidas contingentes” não sejam cumpridas, a Câmara de Cascais avançará para “ações mais drásticas”, nomeadamente com a interdição das praias do concelho.

Mais partilhadas da semana

Subir