Hoje é dia

23 de outubro, nasce Larousse, pedagogo que transportou o conhecimento ao povo

Hoje é dia de recordar Pierre Larousse, pedagogo, editor e enciclopedista francês, que se deparou com métodos e manuais de ensino que considerou arcaicos e partiu para uma obra que persiste, como marca de conhecimento, na atualidade.

Pierre Larousse nasceu em 23 de outubro de 1817, na cidade de Toucy, França. Aos 16 anos, ganhou uma bolsa para concluir os estudos em Versalhes e com 21 anos, volta à terra natal para trabalhar como professor.

Os métodos arcaicos do ensino funcionam como estímulo para a sua grande obra. Em 1840, abandonou a escola em que lecionava para se dedicar à sua vocação.

Em virtude dos parcos recursos, aproveita cursos gratuitos, numa altura em que não havia diplomas para ‘oficializar’ cursos. Pierre Larousse era um autodidata.

Em 1848, publica a primeira obra, uma gramática, chamadas ‘A Lexicologia das escolas’, uma obra pioneira. Quatro anos mais tarde, ao lado do professor Augustin Boyer, funda a livraria Larousse & Boyer.

Estava dado o primeiro passo para a verdadeira revolução do ensino protagonizada por Pierre Larousse, que estimulava a criatividade, a inteligência e a capacidade de raciocínio das crianças.

O ‘Novo Dicionário da Língua Francesa’ é lançado a seguir, com grande êxito, o que funciona como incentivo para que Larousse materializasse o grande projeto que tinha guardado na memória: a elaboração de uma enciclopédia de prestígio.

Pierre Larousse pretendia, com esta obra, que “fosse possível encontrar, por ordem alfabética, todo o conhecimento que enriquece o espírito humano”, não para uma elite, mas a toda a sociedade, para “instruir a o mundo sobre todas as coisas”.

Esse projeto é criado a 27 de dezembro de 1863, com o lançamento do primeiro fascículo do Grande Dicionário Universal.

Mas o destino foi cruel para com Pierre Larousse, que sofreu uma embolia cerebral, causada por excesso de atividade, e em 1871 é afetado por uma paralisia. Morre a 3 de janeiro de 1875, aos 57 anos, sem chegar a ver sua obra finalizada.

Nasceram a 23 de outubro Jean-Andoche Junot, general francês (1771), Pierre Larousse, gramático e enciclopedista francês (1817), Gilbert Newton Lewis, químico norte-americano (1875), e Felix Bloch, físico suíço (1905).

Nasceram também Carlo Caracciolo, jornalista e empresário italiano, fundador do jornal La Repubblica (1925), Michael Crichton, escritor norte-americano (1942), e Alessandro Zanardi, piloto italiano (1966)

Morreram neste dia Théophile Gautier, poeta francês (1872), Edward Adelbert Doisy, bioquímico norte-americano (1986), e Nathan Juran, cineasta norte-americano (2002).

54Shares

Mais partilhadas da semana

Subir