Cultura

Vídeo: “Eu entendo-te”, diz Lima Duarte sobre Flávio Migliaccio

O ator brasileiro Lima Duarte, de 90 anos, prestou uma homenagem a Flávio Migliaccio, encontrado morto em casa na passada segunda-feira.

Num vídeo de quase cinco minutos, Lima Duarte manifestou compreensão pelo ‘desabafo’ de Migliaccio, que deixou uma carta aos familiares.

“Eu te entendo, Migliaccio, porque eu, como você, sou do Teatro de Arena”, começou por referir Lima Duarte, citando nomes do teatro brasileiro como Paulo José, Chico de Assis e Augusto Boal.

O ator relembrou os tempos da ditadura militar e concluiu que a sociedade brasileira continua a promover “a devastação dos velhos”.

““Agora, quando sentimos o hálito putrefato de 64, o bafio terrível de 68. Agora, 56 anos depois (eu tenho 90, você com 85), quando eles promovem a devastação dos velhos, não podemos mais”, afirmou Lima Duarte, encerrando a homenagem com uma citação de Bertolt Brecht dedicada que dedicou aos que ficam: “Os que lavam as mãos o fazem numa bacia de sangue”.

Flávio Migliaccio foi encontrado sem vida na sua residência, situada em Serra do Sambê, em Rio Bonito.

O ator, que contava 85 anos, começou a carreira no teatro Arena, ficando conhecido do grande público, em Portugal, pela sua participação em diversas telenovelas.

“Desculpem-me, mas não deu mais. A velhice neste país é o caos como tudo aqui. A humanidade não deu certo”, desabafou Flávio Migliaccio, na carta de despedida que deixou aos familiares.

Veja o vídeo.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir