Fórmula 1

Verstappen e Ricciardo com objetivos moderados para o fim de semana

Os pilotos da Red Bull Racing têm objetivos moderados para o Grande Prémio de Singapura de Fórmula 1.

Mx Verstappen e Daniel Ricciardo afirmam-se realistas quanto às suas pretensões para a prova que este fim de semana se disputa nas ruas da cidade-estado do Oriente.

Apesar das evoluções nos motores fornecidos pela Renault em Itália, há duas semanas, o holandês voltou a culpar a falta de performance do propulsor francês, que não lhe permitiu lutar até ao fim com Valtteri Bottas pelo último lugar do pódio em Monza.

“Sendo realista temos até menos potência que no ano passado (em Singapura). Em 2017 concedemos três décimas por volta a Sebastian (Vettel) na qualificação. Por isso vai ser complicado, mas é certo que atacaremos ao máximo para extrair todas as capacidades do carro. Nos treinos livres estaremos bem colocados, mas depois quando eles (Ferrari e Mercedes) mudar o modo do seu motor na Q2 e na Q3 será bem mais difícil”, considera Verstappen.

Já Daniel Ricciardo mostra-se um pouco mais otimista, apesar de não ter conhecido o sabor da vitória após o Grande Prémio do Mónaco, em maio: “Já passou algum tempo depois do meu último sucesso. Esqueci o efeito que tem. O pódio será um objetivo mínimo. Claro que temos boas hipóteses neste circuito, mas isso não quer dizer que vamos ganhar. Vamos ver o que acontece, já que a nova versão do motor (Spec C) me deu mais satisfação”.

À memória do australiano vem certamente os triunfos conseguidos por Sebastian Vettel em Singapura entre 2011 e 2013, apesar da mudança para os motors V6 turbo híbridos em 2014 terem mitigado a vantagem da Red Bull em favor da Ferrari, e de forma menos pronunciada da Mercedes.

Mais partilhadas da semana

Subir