Nas Notícias

“TAP não é uma empresa nacional, está visto”, diz Rui Rio

O presidente do PSD considerou que a TAP está a revelar-se uma transportadora aérea regional, “confinada à antiga província da Estremadura”, pelo que, segundo Rui Rio, não pode ter apoios do Estado.

Rui Rio assumiu esta posição perante os jornalistas, em São Bento, depois de questionado sobre o plano de retoma de voos agora apresentado pela Comissão Executiva da TAP e em que a grande maioria se faz a partir de Lisboa.

“Se é como a TAP diz, não é uma empresa nacional, está visto, é uma empresa de ordem regional, confinada àquilo que é a antiga província da Estremadura”, começou por afirmar.

O ex-presidente da Câmara do Porto insistiu que a transportadora aérea não pode ter apoios estatais, uma vez que “não responde ao aeroporto de Faro, do Porto ou de Ponta Delgada”.

“Uma empresa regional não pode ter os apoios que tem uma empresa que é estrategicamente importante para o país como um todo. Se a TAP entende que apenas deve servir um aeroporto, colocou-se de lado relativamente a ser uma empresa nacional. Não o é. Isto para mim é claro”, realçou Rui Rio.

0Shares

Em destaque

Subir