Europa

Portugueses compram mais tecnologia

A venda de Bens de Consumo Tecnológicos (BCT) em Portugal registou um aumento de 3,4 por cento em 2016, comparado a 2015. Os dados foram obtidos pela GfK, que monitoriza estes mercados e revelam que há uma queda nas vendas nos setores da fotografia e informática.

Devido a “um maior dinamismo do setor imobiliário”, os grandes eletrodomésticos cresceram cerca de 8,1 por cento face a 2015. Por outro lado, os tablets registaram uma quebra de 25 por cento face ao ano passado.

O setor das telecomunicações também registou um crescimento elevado, cerca de 13 por cento, no último trimestre de 2016. O destaque vai para a altura do Natal, que foi forte no setor. Em relação a 2016, o crescimento em vendas nas telecomunicações foi mais 6,7 por cento face a 2015. Já os setores da fotografia e da informática apresentaram os piores resultados, com quedas nas vendas de 10 por cento e 5,1 por cento, respetivamente.

A GfK explica que a queda das vendas na fotografia é causada pela substituição de máquinas fotográficas pelos smartphones, bem como pela maior manutenção dos aparelhos. Os dados também revelaram que os portugueses compraram ligeiramente menos computadores portáteis no ano passado.

As vendas de televisões em 2016 foi positiva, tendo crescendo 6,8 por cento em valor, face a 2015. O mercado de colunas e de mini speakers também cresceu devido à preferência por ouvir música no formato digital.

De acordo com o estudo da GfK, estes valores mostram que os portugueses estão a ganhar novamente poder de compra. O “maior dinamismo do setor imobiliário” teve um impacto direto na compra de grandes eletrodomésticos que são essenciais para equipar uma casa nova.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir