Motores

Dani Sordo: “Portugal é um rali que me diz muito”

HyundaiSordoFafeTest0

Dani Sordo é um dos pilotos que a Hyundai deslocou ao nosso país para preparar o próximo Rail de Portugal, realizando testes em algumas zonas do norte do país onde se disputa a prova lusa do campeonato do mundo.

Numa rápida conversa com a equipa de reportagem do PT Jornal o espanhol mostrou o seu estado de espírito relativamente à prova que se disputa entre 19 e 22 de Maio.

Depois de ter estado no Alto Minho Sordo foi até Fafe para experimentar diversas soluções de pneus e suspensões no novo i20 WRC que a Hyundai estreou no Rali de Monte Carlo deste ano.

“Aos poucos o carro vai evoluindo. Foram os meses de desenvolvimento no ano passado, e agora um processo contínuo feito por nós nas provas e nestes testes”, explica o piloto de Torrelavega.

“Tal como sucede noutras provas procuramos percursos que se assemelhem muito aos do rali, por isso viemos para as cernias das classificativas de Fafe. E posso dizer que os pisos estão em razoável estado”, sublinha Sordo ciente do facto que tem chovido bastante nas últimas semanas no nosso país.

HyunadiSordoFafeTest2

Sobre o novo i20 WRC o espanhol afirma que relativamente ao antecessor “é um passo importante em frente, em termos de peso e distribuição de massas. É claro que ainda não está como queríamos, mas temos esperanças que vá ser cada vez mais competitivo ao longo da temporada”.

Dani Sordo aceita que o Rali de Portugal lhe ‘assenta como uma luva’ devido à natureza do terreno, mas também refere: “Sempre gostei muito deste rali. Pelo seu perfil e também porque sempre me dei bem. Além disso sinto uma forte empatia com o público. E não falo apenas dos muitos espanhóis que aqui se deslocam. Sou acarinhado aqui”.

Em termos de objetivos o piloto cantábrio é ambicioso: “Gostaria de vencer. É claro que sei que nesta altura isso é bem difícil, mas um bom resultado para mim seria terminar no pódio e lutar pela vitória”.

Só Thierry Neuville conseguiu, até agora, dar um triunfo ao Hyundai i20 WRC no campeonato do mundo, mas Sordo refere: “Não me importaria de o fazer também aqui ou em Espanha. Aliás é por isso que me bato sempre”.

Fotos: Ricardo Cachadinha

Mais partilhadas da semana

Subir