Fórmula 1

Charles Leclerc pressiona Ferrari a evoluir

Charles Leclerc estará a ser uma forças dentro da Ferrari a fazer com que a equipa progrida, depois de ter ficado aquém das expetativas no primeiro Grande Prémio de Fórmula 1 do ano.

O piloto monegasco não deslumbrou em Melbourne mas cumpriu, ao alcançar a quinta posição, logo atrás do seu companheiro de equipa Sebastian Vettel.

Leclerc deixou o novo responsável da ‘Scuderia’ de Maranello, Mattia Binotto, muito satisfeito com a sua performance, sendo que o jovem piloto estará sempre a ser comparado com Kimi Raikkonen, o homem que foi substiuir.

“Estou contente que ele se tenha comportado como membro da equipa. Não apenas é um piloto, mas também é muito útil para a equipa. Ele está muito envolvido em dar o seu melhor, pressionando os engenheiros a conseguir que melhorem e façam um carro melhor”, diz Binotto.

O chefe da Ferrari refere também: “Se julgarmos todo o fim de semana o seu foi bastante forte. A sua qualificação não foi perfeita, ele está ciente disso, mas acho que guiou bem na Q1 e na Q2. Talvez não tenha sido perfeito na Q3, mas no geral ele teve um bom fim de semana. No seu segundo turno (na corrida) também esteve bem. Estou contente com a forma como abordou a sua primeira corrida (com a Ferrari), que é um bom ponto de partida”.

A dinâmica entre Lecler e Vettel tem sido um dos destaques, sendo que o monegasco teve uma melhor estratégia de corrida na Austrália do que o alemão, e poderia tê-lo ultrapassado se quisesse, optando por jogar em equipa.

Mas Sebastian Vettel diz que apesar da boa relação com o seu companheiro de equipa, diz que Charles Leclerc o irá colocar “sob muita pressão” durante “toda a época”. E sublinha: “Para Charles, claro que é um sonho tornado realidade, semelhante ao que senti, mas obviamente que está numa fase diferente da sua carreira. É agradável que sendo tão jovem se tenha juntado a uma grande equipa da forma que o fez. Acho que ele se portou muito bem até agora”.

Mais partilhadas da semana

Subir