Hoje é dia

1 de julho, nasce Amália Rodrigues, a diva do fado

Hoje é dia de recordar Amália Rodrigues, que nasceu a 1 de julho de 1920, em Lisboa. Filha de um sapateiro fadista, Amália foi aclamada como a voz de Portugal.

Amália da Piedade Rodrigues nasceu em Lisboa, neste dia, em 1920. É considerada o expoente máximo do fado, aclamada como a voz de Portugal e uma das mais brilhantes cantoras do século XX.

De um país onde este género musical tem raízes profundas, Amália tornou-se conhecida no mundo com a ‘rainha do fado’, embaixadora da cultura portuguesa no mundo.

O seu contributo para a história do fado em Portugal é inestimável. Amália Rodrigues introduziu a novidade de cantar poemas de grandes autores portugueses consagrados, depois de musicados.

Os maiores poetas portugueses criaram letras das músicas interpretadas pela ‘voz de Portugal’, David Mourão Ferreira, a Pedro Homem de Mello, passando por Ary dos Santos, Manuel Alegre e Alexandre O’Neill – nomes eternos da literatura portuguesa.

Cantou e encantou em todo o mundo, de Paris a Nova Iorque, de Berna a Roma, de Trieste a Dublin. Transportou a cultura lusa pelos quatro cantos do planeta e transformou-se a maior diva do fado.

A 6 de outubro de 1999, Amália Rodrigues morre, em sua casa, com 79 anos. António Guterres, primeiro-ministro em exercício, decreta três dias de luto nacional.

No funeral de Amália, centenas de milhares de portugueses saem à rua para prestar uma última homenagem.

Amália viria a ser sepultada em Lisboa, no Cemitério dos Prazeres. Dois anos depois, em julho de 2001, o seu corpo foi trasladado para o Panteão Nacional.

Neste dia 1 de julho, em 1722, é executada, em Portugal a última mulher condenada à pena de morte. Em 1944, nasce Salgueiro Maia, militar com intervenção importante na revolução de 25 de Abril.

Já a 1 de julho de 1976, a ilha da Madeira torna-se Região Autónoma, pela Constituição Portuguesa do mesmo ano. E em 1979, a Sony lança o walkman. O primeiro reprodutor de cassetes portátil de sempre pesava 390 gramas.

No ano de 2004, morre o ator norte-americano Marlon Brando, aos 80 anos, vítima de complicações pulmonares. Brando ganhou dois Óscares, na sua carreira notável.

Nasceram neste dia Gottfried Leibniz, cientista alemão (1646), Georg Christoph Lichtenberg, filósofo e matemático alemão (1742), Jean-Victor Poncelet, matemático francês (1788), George Sand, escritora francesa (1804), Léon Jouhaux, sindicalista francês e Nobel da Paz (1879), Estée Lauder, cosmético norte-americano (1908), e Amália Rodrigues, fadista portuguesa (1920).

Nasceram ainda Sydney Pollack, cineasta, produtor e ator norte-americano (1934), Salgueiro Maia, militar português (1944), Diana, Princesa de Gales (1961), Carl Lewis, ex-atleta norte-americano (1961), Marisa Monte, cantora e compositora brasileira (1967), Pamela Anderson, atriz e modelo canadiana (1967).

Morreram neste dia Mikhail Bakunin, escritor e ativista anarquista (1876), Erik Satie, compositor e pianista francês (1925), Juan Perón, presidente da Argentina (1974), Werner Forssmann, Nobel de Medicina (1979), Buckminster Fuller, arquiteto, inventor e filósofo norte-americano (1983), Robert Mitchum, ator norte-americano (1997), Nicolay Gennadiyevich Basov, Nobel da Física (2001), Marlon Brando, ator norte-americano (2004).

Hoje, assinala-se o Dia da Força Aérea Portuguesa e o Dia da Região Autónoma da Madeira.

Mais partilhadas da semana

Subir