Hoje é dia

24 de maio, tem início a Guerra dos Cem Anos

É um dos maiores conflitos militares da Europa e começou a 24 de maio de 1337. A Guerra dos Cem Anos prolongou-se até meados de 1453 e envolveu França e Inglaterra. Foi a primeira grande guerra no Velho Continente.

Entre 1337 e 1453, França e Inglaterra envolveram-se numa série de conflitos militares, de forma intermitente, luta militar que ganhou o nome de ‘Guerra dos Cem Anos’.

A longa duração desta guerra justifica-se com o poder bélico dos ingleses, aliado a uma forte resistência francesa, o que resultou no primeiro grandioso confronto militar ocorrido em solo europeu – entre os séculos XIV e XV.

Luta sem precedentes no Velho Continente, a ‘Guerra dos Cem Anos’ – que se dividiu por quatro períodos – veio provocar profundas alterações no quadro político, social e económico da Europa Ocidental.

De um lado, França era apoiada por Escócia, Castela e Avignon. Do outro, Inglaterra tinha como aliados Alemanha, Portugal e os flamengos.

Os franceses, incentivados pelo martírio de Joana d’Arc, venceram os ingleses em Formigny (1450), tendo conquistado a Normandia e grande parte da Gasconha. O fim da guerra é marcado pela batalha de Castillon, em 1453, ano da conquista da cidade de Bordéus, o último reduto inglês, que põe termo ao conflito entre os países e seus aliados.

A questão dinástica que esteve na origem desta guerra ultrapassou o caráter feudal das rivalidades político-militares da Idade Média, marcando futuros confrontos entre as grandes monarquias europeias.

Esta guerra deixa um saldo de milhares de mortos nos dois lados e uma devastação sem precedentes no território e produção agrícola franceses. A ‘Guerra dos Cem Anos’ fortaleceu o poder real francês, abrindo caminho para o Absolutismo.

Assinalam-se como curiosidades três factos: a luta ter durou 116 anos, e não 100, como o nome indica; pólvora foi pela primeira vez utilizada; e Joana d’Arc, heroína francesa, quase cinco séculos após a sua execução na fogueira por suposta prática de feitiçaria, foi canonizada pela Igreja Católica, em 1920.

Nasceram a 24 de maio William Gilbert, filósofo inglês (1544), Gabriel Fahrenheit, físico e engenheiro alemão (1686), Jean-Paul Marat, revolucionário francês (1743), Ferreira de Castro, escritor português (1898), Michail Sholokhov, escritor russo, Nobel da Literatura (1905), e Joseph Brodsky, poeta russo, Nobel da Literatura (1940).

Nasceram ainda Bob Dylan, músico e compositor norte-americano (1941), Patti LaBelle, cantora norte-americana (1944), Priscilla Presley, atriz norte-americana (1945), Guy Fletcher, músico britânico (1960), John C. Reilly, ator norte-americano (1965), e Éric Cantona, ex-futebolista e ator francês (1966).

Morreram neste dia Nicolau Copérnico, astrónomo polaco (1543), Duke Ellington, músico norte-americano (1974), Fernão de Ornelas, político português (1978), Harold Wilson, ex-primeiro-ministro britânico (1995) e Robert Knox, ator britânico (2008).

Mais partilhadas da semana

Subir