Desporto

Futre chamado a explicar-se na PJ

Paulo Futre foi ‘convocado’ pela Polícia Judiciária para explicar os contornos do chamado Jogo da Mala, avança o Diário de Notícias.

O antigo internacional português, um dos muito poucos jogadores a representar Sporting, FC Porto e Benfica, explicou os contornos deste incentivo financeiro (uma mala de dinheiro).

Trata-se de um prémio pago por terceiros a uma equipa em caso de vitória.

Em Espanha, a medida é legal, mas em Portugal é proibida.

De acordo com várias declarações de Paulo Futre, nos comentários que faz à quarta-feira para a CMTV, a técnica ainda é usada por cá.

O esquerdino chegou mesmo a garantir, na época passada, que houve um ‘Jogo da Mala’ implicando o Vitória de Setúbal. O treinador, José Couceiro, rejeitou essas acusações, depois dos sadinos terem ganho ao Benfica e ao Sporting e empatado com o FC Porto.

“Não vi mala nenhuma. Não sei onde o Futre quer chegar, mas se ele tem informações acho que as deve apresentar”, reagiu, à data, José Couceiro.

Também a Polícia Judiciária quis essas informações, chamando o agora comentador a explicar-se.

Por isso, Paulo Futre esteve, esta manhã, na sede da PJ.

Mais partilhadas da semana

Subir