Economia

Wall Street segue sem rumo após divulgação de números do desemprego

A bolsa de Nova Iorque negociava hoje mista no início da sessão, após a divulgação dos números do desemprego nos Estados Unidos, com mais 5,2 milhões de pessoas a pediram subsídios na semana passada.

Às 15:08 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones perdia 0,97% para 23.272,00 pontos, mas o Nasdaq subia 0,42% para 8.428,48 pontos.

O índice alargado S&P 500 descia 0,06% para 2.781,62 pontos.

A perda de empregos devido à crise causada pelo novo coronavírus levou mais 5,2 milhões de pessoas a solicitarem subsídios de desemprego na semana passada nos Estados Unidos, informou hoje o Governo.

As previsões dos analistas apontavam para cinco milhões de novos inscritos na semana entre 05 e 11 de abril.

Nas últimas quatro semanas, cerca de 22 milhões de pessoas pediram subsídios de desemprego, após as medidas de confinamento adotadas nos Estados Unidos a meio de março para conter a pandemia de covid-19, indicou o Departamento do Trabalho.

Os números da semana passada, embora continuem em níveis historicamente elevados, representam um ligeiro recuo em relação aos da semana anterior, quando os pedidos de apoio por desemprego tinham chegado a 6,61 milhões.

Na quarta-feira, a bolsa nova-iorquina encerrou em baixa, após a divulgação de indicadores negativos que antecipam uma crise económica mais profunda do que o esperado. O Dow Jones desceu 1,86% e o Nasdaq 1,44%.

Em março, a produção industrial nos Estados Unidos registou uma queda mensal de 5,4%, a maior no período de um mês desde 1946, depois de muitas fábricas terem parado para conter a pandemia de covid-19. As vendas do comércio retalhista tiveram um declínio sem precedentes de 8,7%.

0Shares

Em destaque

Subir