Desporto

Vídeo: Jornalista pergunta se havia toupeiras no relvado de Braga

A pergunta surpreendente ocorreu depois do jogo entre o Sporting de Braga e o Moreirense, no passado sábado. Um colaborador da Rádio Valdevez, Duarte Barros, perguntou ao técnico do conjunto de Moreira de Cónegos “o que achou do relvado?” e “se havia sinais de toupeiras”. O autor da brincadeira, colaborador daquela rádio, acaba de ser afastado. Veja o vídeo.

O episódio marcou a conferência de imprensa de Ivo Vieira, técnico do Moreirense, após a derrota diante do Sporting de Braga, no passado sábado.

Um ‘jornalista’, na sala de imprensa, confrontou o treinador com o estado do relvado do estádio dos minhotos.

“Vou aproveitar, já agora… Boa noite. Diga-me uma coisa. O relvado, o que é que achou? O relvado estava bom ou estava, estava… Sabe porque é que lhe faço esta pergunta? Não havia sinais de toupeiras, lá?”.

A questão remete para o caso E-Toupeira, que envolve o Benfica, num alegado sistema de acesso ilegítimo a informação judicial, mediante troca de favores.

Pensou-se que pudesse tratar-se de uma pessoa que teve acesso à sala de imprensa, sem autorização. Mas não. Trata-se de um colaborador da Rádio Valdevez, Duarte Barros, que não estava, no entanto, ao serviço daquela rádio.

A estação decidiu afastá-lo de funções, enviando um pedido de desculpa.

“Pese embora o Sr. Duarte Barros não estivesse ao serviço da Rádio Valdevez no jogo em causa e muito menos quando fez sua intervenção na conferência de imprensa após o final do jogo, vimos publicamente pedir desculpas aos ofendidos e informar que o mesmo está, a partir deste momento, suspenso definitivamente de quaisquer funções como colaborador da Rádio Valdevez”, pode ler-se, numa nota divulgada nas redes sociais, assinada pelo presidente da direção da estação.

Adepto confesso do FC Porto, Duarte Barros tem 66 anos e é um antigo colaborador do Porto Canal.

Recorde o episódio:

Mais partilhadas da semana

Subir