Nacional

Sara Tavares quer um pedido de desculpas de Margarida Rebelo Pinto

Sara Tavares recorreu às redes sociais para descrever o momento “surreal” que viveu no programa ‘Cá por Casa’, da RTP, apresentado por Herman José. A cantora quer um pedido de desculpas de Margarida Rebelo Pinto, depois de um comentário que, para a cantora, foi de teor racista. Veja o vídeo.

Herman José acabava de dizer que Portugal não era um país racista quando questionou Margarida Rebelo Pinto se a escritora já tinha tido “algum amor colorido”.

“Não, não sou dada a etnias”, respondeu.

A resposta provocou gargalhadas entre os presentes, enquanto Sara Tavares se manteve em silêncio.

A cantora reagiu mais tarde nas redes sociais, àquilo que considerou um momento “surreal” e que “gostava muito de não ter vivido”.

“Para vossa informação reagi, sim! Calma, mas nunca cobarde! Não tenham a presunção que me conhecem só porque sabem o meu nome, atenção! Ou só porque somos amigos das redes. Isto vale para todos! Respeito aqui afinal é a palavra de ordem”, começa por escrever.

“Falei com os sujeitos em questão longe das câmaras, com o respeito que não me demonstraram, mas não ouvi nenhum pedido de desculpas do outro lado”, acrescenta.

Sara Tavares revela que se estava a “sentir um pouco sozinha ali”, questiona quem teve vontade de rir e termina:

“Quem quer um pedido de desculpas público põe a mão no ar”, escreveu. “Racismo é crime”, lê-se em forma de hastag.

Veja o vídeo do momento, partilhado pela cantora.

Margarida Rebelo Pinto não é “dada às etnias” e Portugal “não é um país racista”.🤔🤦‍♂️🙇‍♂️🔥(P.S. Valente Sara Tavares a aguentar a violência).

Publicado por André e. Teodósio em Quarta-feira, 14 de Novembro de 2018

Mais partilhadas da semana

Subir