Desporto

San Marino prova que é melhor do que Ronaldo

A seleção de San Marino tem estado a provocar Cristiano Ronaldo e apresentou provas, no Twitter, de que é melhor do que o três vezes vencedor da Bola de Ouro.

A conta de Twitter da seleção de San Marino esteve imparável durante as várias horas que se seguiram ao histórico golo de Matteo Vitaioli, 14 anos depois do último tento na condição de visitante.

A formação alpina, “orgulho do mundo desde 1932”, mudou até a descrição da conta oficial, atualizando a informação com o já famoso golo na Lituânia: “Uma vitória, escassos empates, infinitas derrotas e um golo à Lituânia. Ainda assim, uma paixão que não tem limites. Orgulho do mundo desde 1932”.

As horas que se seguiram ao feito de Matteo Vitaioli deram para tudo, até para ‘picar’ o capitão da Seleção Portuguesa, Cristiano Ronaldo. O triplo vencedor da Bola de Ouro foi, a par do México e da Argentina (que ontem realizaram um amigável), o principal alvo das piadas sanmarinenses.

“Cristiano Ronaldo ligou para o hotel onde se encontra a nossa seleção. Queria que o ensinássemos a marcar golos” e “Cristiano telefonou a Vitaioli para este o ensinar a marcar livres” são duas das ‘bocas’ que se seguiram à “prova” de que San Marino é melhor do que Ronaldo.

“Golos de San Marino em setembro: 1. Golos de Cristiano Ronaldo em setembro: 0. San Marino >>>>> Cristiano Ronaldo”, diz o tweet que foi partilhado mais de 11 mil vezes, o que é mais do dobro de seguidores da conta oficial (um pouco acima dos 5000).

Mas o capitão de Portugal não está sozinho. O grande rival de San Marino, o Liechtenstein, não foi esquecido na “noite histórica” do golo de Vitaioli: “Neste momento, pior é ser do Liechtenstein”.

“A este ritmo, quando enfrentarmos a Alemanha no apuramento para a Rússia, vamos dar cinco”, antecipou ainda a conta oficial no Twitter da seleção de San Marino.

E, enquanto a euforia passava, México e Argentina disputavam um amigável, nos EUA, que terminou empatado a dois golos e no qual competiu “um sanmarinense nacionalizado mexicano”, Chicharito.

“Toca o hino da Argentina nos EUA e o árbitro já estava a marcar penálti para o México”, começava o comentário de uma partida que levou com várias farpas, como “Não sabemos o que é pior, o ataque mexicano ou o cancro” e “A defesa da Argentina está mais perdida do que a nossa”.

https://www.youtube.com/watch?v=_xIz6SSQZa4

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir