Nas Notícias

Reitor do Santuário de Fátima pede “peregrinação com o coração”, com uma vela na janela, todos os dias

Numa mensagem enviada aos peregrinos, o reitor do Santuário de Fátima, Carlos Cabecinhas, pediu para que estes não se desloquem à Cova da Iria, nos dias 12 e 13 de maio. “Esta decisão é um ato de responsabilidade”, justificou. O padre convidou a uma “peregrinação com o coração”, que consiste em acender uma vela todos os dias, colocando-a na janela.

O reitor do Santuário de Fátima pediu hoje aos peregrinos para que, “neste momento doloroso”, em virtude da pandemia, não se desloquem ao recinto e que façam a peregrinação “pelo coração”.

“O santuário existe para acolher os peregrinos e não o podermos fazer é motivo de grande tristeza; mas esta decisão é igualmente um ato de responsabilidade para com os peregrinos, defendendo a sua saúde e o seu bem-estar”, explicou Carlos Cabecinhas, numa mensagem.

Em 2020, o Santuário irá assinalar a data sem peregrinos, o que ocorre pela primeira vez na história. O padre aconselha os fiéis a acompanhar as celebrações através da comunicação social, ou nas redes sociais.

As celebrações vão realizar-se, mas cumprindo as regras de afastamento social, determinadas pelo Governo, no âmbito do estado de calamidade que vigora. Não são permitidas celebrações religiosasa com presença de fiéis.

Nesse sentido, aconselha Carlos Cabecinhas, faça-se uma “peregrinação com o coração”.

“Porque não se peregrina só com os pés, mas também com o coração, propomos-vos que façais connosco uma peregrinação pelo coração”, realçou, convidando os peregrinos a acender uma vela todos os dias, colocando-a na janela das respetivas casas.

“Que, em cada dia, cada um faça um momento de reflexão e oração, de acordo com as propostas que disponibilizaremos; e que, em cada noite, acenda à janela uma vela, até à procissão de velas do dia 12. Faremos, assim, uma bela procissão de velas, difundida por todos os lugares onde viveis e vos encontrais”, escreve.

0Shares

Em destaque

Subir