Nas Notícias

PSP usa balas de borracha contra ‘No Name Boys’ nos Açores

A PSP revelou ter utilizado balas de borracha contra os ‘No Name Boys’, na sequência de desacatos em Ponta Delgada, nos Açores. A polícia explica que foi recebida pelo grupo de adeptos com “garrafas em vidro, pedras e pedaços de madeira”.

Em nota divulgada, aquela força policial explica que os confrontos aconteceram na madrugada de sábado junto a um espaço de diversão noturna, na tentativa de “repor a ordem” pública.

“Foi necessário efetuar quatro disparos de munições de baixa potencialidade letal, utilizando bagos de borracha, para repor a ordem pública. Só depois desta ação foi possível cessar os atos violentos atrás descritos, colocando-se os seus autores em fuga para parte incerta”, lê-se no comunicado partilhado no Facebook.

A PSP explica que foi chamada ao local “em virtude de no local estarem a ocorrer agressões entre diversos indivíduos.”

A força de autoridade revela ainda que “surgiu no local um grupo de cerca de 50 adeptos, pertencentes ao Grupo Organizado de Adeptos do Sport Lisboa e Benfica, denominado de No Name Boys que, ao visualizar os elementos policiais, procurou agredir os mesmos e arremessou na sua direção diversas garrafas em vidro, pedras e pedaços de madeira”.

A PSP informa ainda que “no local os elementos policiais não verificaram os factos denunciados mas confirmaram que terão ocorrido distúrbios no interior e exterior do estabelecimento comercial, dos quais resultaram quatro feridos ligeiros que necessitavam de receber tratamento hospitalar.”

As autoridades revelam ainda que “encontram-se em curso diversas diligências de investigação por parte da Esquadra de Investigação Criminal de Ponta Delgada no sentido de averiguar os contornos do sucedido, sendo oportunamente objeto de comunicação ao DIAP dos Açores.”

Distúrbios provocados por grupo de adeptos no interior e exterior de estabelecimento comercialO Comando Regional dos…

Publicado por Polícia de Segurança Pública – Comando Regional dos Açores em Domingo, 13 de janeiro de 2019

Mais partilhadas da semana

Subir