Motores

Organizadores do Rali da Madeira não podem ter nem querem ERC

RaliVinhoMadeiraInfo

Os organizadores do Rali Vinho Madeira fizeram saber que não estão em condições de regressar ao campeonato da Europa da especialidade (ERC) e que também não o desejam.

Em conferência de imprensa realizada no Funchal José Paulo Fontes, responsável máximo do Clube Sports Madeira, o mais importante rali da região não poderá voltar a integrar o calendário ERC pelo simples facto de nenhum país poder ter mais de que uma prova naquela competição.

Como se sabe os Açores já integram o campeonato da Europa de Ralis, e apesar da prova prevista para a Irlanda deixar de fazer parte do calendário José Paulo Fontes que por força dos regulamentos a Madeira nunca poderá ocupar a vaga.

“De acordo com o regulamento, nenhum país pode ter mais do que uma prova no ERC. Se a Madeira ocupasse a vaga deixada pela Irlanda, os Açores teriam de sair e como foi anunciado recentemente, o rali açoriano renovou contrato por mais três anos”, lembra o presidente da comissão organizadora do Rali Vinho Madeira.

RaliVinhoMadeiraConfImprensa

Além disso, e como salienta Pedro Araújo, outro elemento da organização, há outros motivos para a organização não desejar integrar o ‘Europeu’ de ralis, a FIA não faz deslocar observadores, “o que pode colocar em causa a qualidade das provas” que integram o campeonato.

A questão financeira é também um impeditivo para o Rali Vinho Madeira regressar ao campeonato da Europa, como lembra José Paulo Fontes: “Além do valor monetário que as organizações agora têm de suportar, são exigidas condições logísticas a existência de um ferry para o transporte das viaturas e dois helicópteros para cobertura mediática”.

Mais partilhadas da semana

Subir