Fórmula 1

Mercedes confiante apesar da performance da Ferrari em Barcelona

As palavras de Lewis Hamilton de que a Ferrari estaria provavelmente meio segundo à frente da Mercedes continuam a dar que falar e a suscitar debate. Agora é o homem forte da equipa campeã do Mundo a enfatizar essa opinião.

Os testes de Barcelona mostraram que o SF90 é a referência do pelotão, mesmo face ao novo W10, e Toto Wolff admite que isso é perfeitamente possível. Ainda que não veja essa situação como muito dramática.

Na base da confiança do chefe da Mercedes está o facto de em 2018 a equipa ter enfrentado uma situação semelhante: “No ano passado nós estávamos atrás da Ferrari em termos de performance pura em várias ocasiões e conseguimos superar-nos para vencer. Temos de dar o melhor de nós mesmos otimizando tudo em que nos empenhamos. Esse será o nosso maior desafio”.

“Temos de ter atenção em não querer fazer demasiado, já que há um risco de nos desviar-nos. Tenho a melhor equipa em meu redor. Temos apenas de fazer como é habitual, respeitar no nosso plano e dar tudo. Há uma montanha a subir mas sabemos como o fazer. Não se consegue ser cinco vezes Campeão do Mundo por acaso”, reforça Wolff.

E o responsável máximo da equipa Mercedes acrescenta: “Lembremo-nos que foi preciso chegar ao quarto Grande Prémio em 2019 e a prova de Baku para ver o W09 de Hamilton no lugar mais alto do pódio. Depois Mercedes andou muito tempo atrás da Ferrari até à viragem do verão, antes de inverter largamente a tendência no final da época”.

7Shares

Mais partilhadas da semana

Subir