América do Sul

Matam jovem grávida ao abrir-lhe a barriga para roubar bebé

Uma jovem de 23 anos que estava grávida de 8 meses foi amarrada a uma árvore, com arame farpado, para lhe retirarem o bebé da barriga, em João Pinheiro, no Brasil.

Mara Cristiana da Silva foi encontrada já sem vida, vítima do corte no abdómen para o roubo do feto.

Os suspeitos foram detidos depois de aparecerem com o bebé num hospital.

A mulher, que alegava ser a mãe, recusou-se a ser examinada, o que levou os médicos a alertarem as autoridades.

Os conhecidos dos dois suspeitos, Angelina Rodrigues e Roberto Gomes da Silva, sabiam que o casal ansiava por ter filhos.

Segundo a imprensa brasileira, Angelina terá confessado o crime, enquanto Roberto terá negado ter ajudado a mulher.

No depoimento, a suspeita terá revelado que embriagou Mara Cristiana da Silva antes de a amarrar à árvore.

As autoridades acreditam que Angelina se fez amiga de Mara pouco tempo depois de saber que a jovem estava grávida.

O corte na barriga da mãe provocou um ferimento na cabeça do bebé, que continua internado.

Mais partilhadas da semana

Subir