Nas Notícias

Marcelo evoca médico que perdeu a vida vítima de covid-19

O Presidente da República emitiu um comunicado a lamentar a morte de um médico que se encontrava infetado com covid-19. Trata-se do primeiro caso de uma perda humana de um médico em Portugal.

“Ao tomar conhecimento do falecimento de um médico vítima da covid-19, após internamento de 40 dias no Hospital de S. José, o Presidente da República apresenta à família e amigos, bem como ao Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, as suas sentidas condolências”, pode ler-se, numa nota publicada no site da Presidência .

Esta morte “na frente de combate”, destaca Marcelo Rebelo de Sousa, recorda-nos “a grande dedicação e risco dos profissionais de saúde na luta contra a pandemia, que pode mesmo atingir o sacrifício supremo da vida”.

“Todas as palavras não são demais para sublinhar e elogiar este esforço, que merece mais do que palavras e reconhecimento, merece os adequados meios e as adequadas carreiras no seio do Serviço Nacional de Saúde. E também nos lembra que a pandemia ainda não está dominada e que as medidas de precaução continuam a impor-se”, conclui o comunicado.

Esta morte, no Hospital de S. José, representa o primeiro caso de uma perda humana de um médico, em Portugal.

0Shares

Em destaque

Subir