Insólito

Marca faz-se passar por luxuosa e vende sapatos de 15 euros a 500

Uma empresa de venda de sapatos quis ‘testar’ os clientes e os chamados influenciadores digitais (bloggers, instagrammers e youtubers) e decidiu vender sapatos de 15 euros a… 500 euros. O objetivo era mostrar como é que uma marca, fazendo-se passar por luxuosa, mesmo não o sendo, consegue ‘esgotar’ o stock.

O plano foi simples para os responsáveis da Payless que, desde logo, optaram por inventar um nome mais pomposo. Escolheram apelidar a nova e luxuosa marca de Palessi (assim uma coisa mais pró-italiana).

O passo seguinte foi alugar um espaço e, para tal, conseguiram arrendar uma antiga boutique da emblemática Giorgio Armani em Santa Monica, na Califórnia, nos EUA.

Na ‘ratoeira’ só faltava mesmo convidar os ditos influenciadores digitais para que o plano tivesse ‘pernas para andar’, ou neste caso… sapatos para fazer caminho.

A ideia passava (e passou) por provar  que se até gente que está habituada a ir a apresentações e inaugurações de diversas marcas acabam ludibriados, que se dirá dos simples consumidores de produtos.

E a verdade é que se deu a luxuosa abertura da não menos requintada Palessi.

Na montra, e por toda a loja, estava o calçado de ‘luxo’ que habitualmente ronda os 15 euros (mais coisa menos coisa) mas aqui era vendido por 500 e mais euros.

O dito produto de ‘luxo’ desapareceu num ‘abrir e fechar de olhos’ e a loja Palessi (original Payless) faturou um valor a rondar os 26.300 euros.

E os consumidores estavam a sair da loja ‘felizes da vida’ com a compra.

Posteriormente, os influenciadores digitais foram informados pela marca do que tinha na verdade acontecido, o dinheiro foi-lhes devolvido e os sapatos ‘luxuosos’ ainda foram oferta da casa.

Veja uma reportagem da marca com alguns influenciadores ‘rendidos’ ao luxo dos produtos…

Mais partilhadas da semana

Subir