Desporto

Luís Castro quer Vitória dominador ante o Nacional para regressar aos triunfos

O treinador Luís Castro afirmou hoje que espera um Vitória de Guimarães ofensivo e dominador para regressar aos triunfos na I Liga portuguesa de futebol, na partida com o Nacional, da 32.ª jornada, agendada para domingo.

O ‘timoneiro’ vitoriano avisou que os seus jogadores, derrotados nos três últimos jogos do campeonato – Rio Ave (2-1), Aves (2-0) e Sporting (2-0) -, precisam de estar “muito focados” no seu “desempenho” e “muito atentos” ao valor do Nacional, mesmo com o 17.º lugar que ocupa (27 pontos), para poderem garantir os três pontos.

“Espero um Nacional a querer ganhar tanto o jogo como nós, mas espero um Vitória a dominar o jogo e a querer chegar com grande insistência à baliza do Nacional para transformar esses ataques em golos”, afirmou, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo que vai decorrer em Guimarães, às 20:00 de domingo.

Luís Castro admitiu, por isso, que a formação vimaranense vai surgir em campo com uma postura diferente da que apresentou na ronda anterior, no Estádio José Alvalade, quando tentou sobretudo “aproveitar os espaços” concedidos pelo Sporting para sair para o ataque.

O treinador recusou, no entanto, que a turma insular, pelo facto de ter perdido seis dos últimos sete jogos e de ter a defesa mais batida da I Liga (64 golos sofridos), seja o adversário mais apropriado para o Vitória regressar aos triunfos, tendo dito que as “estatísticas pouco dizem nos campeonatos”.

“Ainda ontem [na sexta-feira], vimos o Sevilha, que luta para a Liga dos Campeões, a perder por 3-0, em casa, com o Leganés [para a I Liga espanhola]. No futebol, todos os dias se repetem cenários em que as estatísticas são ultrapassadas por aquilo que realmente se passa”, disse.

Sexto classificado do campeonato, com 45 pontos, o Vitória passou a depender de si próprio para atingir o quinto lugar, após a derrota caseira do Moreirense (49 pontos) frente ao Rio Ave (2-1), na sexta-feira, mas Luís Castro desvalorizou o facto e disse estar apenas concentrado nos “adversários imediatos”.

Convicto de que os adeptos vitorianos vão estar ao lado da equipa de “forma incondicional”, apesar dos protestos que se fizeram sentir no último jogo em casa, frente ao Desportivo das Aves, o treinador revelou ainda que o médio André André, ausente dos relvados desde o início de março, pode voltar a competir nos três jogos que restam da época.

O Vitória de Guimarães, sexto classificado da I Liga, com 45 pontos, recebe o Nacional, 17.º, com 27, num jogo marcado para as 20:00 de domingo, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir