Internacional

Kate McCann revela proposta da polícia para confessar homicídio de Maddie

Madeleine McCann desapareceu em 2007, mas o caso ainda tem novidades, passada mais de uma década. Uma acusação feita pela mãe da menina, revelando uma proposta “infame” feita ao casal McCann pela polícia portuguesa, chegou agora ao espaço mediático.

Um documentário da Netflix, a ser agora emitido, reavivou o interesse no caso da menina inglesa, desaparecida quando passava férias com a família num aldeamento na praia da Luz, no Algarve.

Aprofundando o livro que Kate McCann lançou em 2011, o tablóide britânico The Sun refere que a mãe da menina revelou a proposta “infame” de acordo que, durante a investigação, foi alegadamente sugerida pela polícia portuguesa.

Se Kate assumisse a autoria do crime e revelasse o que tinha feito ao corpo de Maddie, cumpriria apenas dois anos de prisão efetiva.

Outra ‘vantagem’ deste acordo era a liberdade do marido, Gerry, que assim ficaria a tomar conta dos outros dois filhos do casal.

Um advogado que então ajudava o casal McCann terá insistido para que Kate aceitasse o acordo, pois a pena de dois anos de prisão seria “muito melhor” do que uma condenação por homicídio.

Ainda de acordo com a mãe de Maddie, o casal poderia vir “a apodrecer na prisão” se não aceitasse o acordo.

34Shares

Mais partilhadas da semana

Subir