Mundo

Jovens vão distribuir bens essenciais a 670 famílias carenciadas com apoio de ONG portuguesa

Famílias carenciadas de El Salvador, que perderam rendimentos em virtude da covid-19, vão receber bens essenciais e de higiene, com a ajuda de uma Organização Não-Governamental portuguesa.

Como resposta à pandemia provocada pelo covid-19, a Oikos e parceiro local ADES vão distribuir cestas de bens alimentares e kits de higiene e de primeira necessidade a 670 famílias com o apoio de nove organizações juvenis em El Salvador.

A entrega será feita a famílias carenciadas, que viram os seus rendimentos anulados ou reduzidos e que não beneficiam de qualquer proteção social através de apoio estatal.

Onze municípios vão ser abrangidos, onde será também entregue material informativo sobre saúde emocional, medidas de prevenção e identificação dos sintomas do covid-19.

Num país com um dos índices de violência mais elevados na América Latina, que tem os jovens como as principais vítimas, esta ação reforça as capacidades de liderança das organizações juvenis e contribui para o seu reconhecimento na comunidade como atores-chave nos processos de desenvolvimento.

Esta ajuda humanitária é financiada com apoio da União Europeia e a atividade faz parte de um trabalho continuado da Oikos e parceiros durante três anos que vai reforçar diretamente pelo menos 34 organizações e redes defensoras de Direitos Humanos dos jovens mais vulneráveis de El Salvador.

0Shares

Em destaque

Subir