Motores

Filipe Albuquerque perto do pódio em Spa

FilipeAlbuquerqueSpa4

Filipe Albuquerque terminou as 6 Horas de Spa-Francorchamps, segunda prova do campeonato do mundo de resistência (WEC) na quarta posição da categoria LMP2.

O piloto português, que dividiu Ligier JSP2 da RGR by Morand com Ricardo Gonzalez e Bruno Senna, esteve na discussão das primeiras posições da sua classe até bem perto do fim.

No entanto alguns problemas de andamento do Ligier n.º 48 acabaram por ditar o desfecho final, apesar de Albuquerque os seus companheiros de equipa terem lutado bastante e continuarem a liderar o campeonato de LMP2.

Os pilotos da RGR Sport by Morand largaram para as 6 Horas de Spa da sexta posição da grelha, recuperaram até quarto mas viriam a cair para sétimo dando depois inicio à recuperação com um protótipo claramente mais lento.

FilipeALbuquerqueSpa5

“Sofremos ao longo de todo o fim-de-semana com uma enorme diferença de andamento fruto do pacote aerodinâmico. Procurámos minimizar estas diferenças da melhor forma ao longo da corrida. E o quarto lugar acaba por ser um bom resultado”, explica Filipe Albuquerque.

“Foi uma corrida bastante difícil, muitas vezes sentimo-nos impotentes face à performance dos nossos adversários. A entrada do ‘safety-car’ perto do fim também não nos ajudou em nada”, referencia o piloto de Coimbra.

“ Tenho pena de termos perdido o pódio nas últimas curvas, mas foi impossível segurar. Somámos pontos importantes para as contas do Campeonato e mantemos o primeiro lugar que é o mais importante. Agora segue-se as 24h de Le Mans e esperamos conseguir ter o Ligier mais adaptado para atingirmos os nossos objectivos”, conclui Filipe Albuquerque.

3Shares

Mais partilhadas da semana

Subir