Motores

Filipe Albuquerque com “uma corrida muito difícil” em Detroit

A sexta posição conseguida sábado na quinta prova do IMSA Sportscar, em Detroit, foi o resultado de um grande esforço de Filipe Albuquerque e João Barbosa.

O piloto de Coimbra destaca as dificuldades sentidas ao nível da estratégia, e o tempo perdido pela equipa do Cadillac DPi # 5 da Action Express Racing no momento das paragens nas boxes.

“Foi uma corrida muito difícil para nós, o primeiro ‘pit-stop’ não correu bem com a troca de pneus. Depois com as dificuldades em ultrapassar, tudo se agravou. No segundo ‘pit-stop’ deixei o carro ir abaixo. Nessa altura caímos para 10º”, começa por contar Albuquerque.

O piloto de Coimbra fala da recuperação que foi obrigado depois do atraso: “Depois tentei tudo o que podia e não podia para recuperar posições e numa das ultrapassagens, dei um toque num adversário. Mas mesmo assim, conseguimos recuperar até sexto, que foi o resultado possível”.

Em termos de campeonato, este resultado não era o pretendido mas Filipe Albuquerque espera que as próximas provas sejam diferentes: “Agora não vale a pena lamentar o que aconteceu hoje. É seguir em frente e acreditar que as próximas provas correrão melhor”, concluiu o piloto de Coimbra, que parte de imediato para Le Mans para o teste antes das 24h de Le Mans.

A próxima prova do IMSA terá lugar a 29 e 30 de Junho em Watkins Glen.

3Shares

Mais partilhadas da semana

Subir