Desporto

FC Porto adia pagamento a obrigacionistas

SAD do FC Porto informa CMVM de que foi aprovado, em assembleia de obrigacionistas, o adiamento do reembolso que venciam a 9 de junho. 

Esta comunicação surge no dia em que a CMVM suspendeu a negociação das ações e das obrigações do FC Porto, exigindo informação adicional.

Em assembleia de obrigacionistas da SAD, realizada nesta sexta-feira, foi aprovado o adiamento do reembolso de emissão de 35 milhões de euros, que vencia já a 9 de junho.

De acordo com o comunicado enviado ao regulador, a proposta apresentada pela administração portista, na assembleia de hoje, registou 87 por cento dos votos a favor e 13 por cento contra, não tendo havido nenhuma abstenção.

A SAD portista refere que a não efetuação desse pagamento não constituía “uma situação do incumprimento das Obrigações FC Porto SAD 2017-2020”.

Em declarações ao jornal ECO, Fernando Gomes, administrador da SAD do FC Porto, admitiu que, caso esta operação fosse chumbada, o clube portista era obrigado a vender jogadores para fazer face ao prejuízo.

0Shares

Em destaque

Subir