Mundo

Esfaqueamentos em Londres: Autor responde por tentativa de homicídio em tribunal

O autor dos esfaqueamentos em Londres, no sábado, vai hoje a tribunal. Muhaydin Mire, de 29 anos, é acusado da tentativa de homicídio das duas vítimas, uma das quais ficou em estado grave. As investigações decorreram como sendo um ato terrorista, informou a polícia metropolitana.

O arguido é Muhaydin Mire, o homem de 29 anos que foi dominado pela polícia, com recurso a uma arma taser, após ter agredido duas pessoas na estação de metro de Leytonstone, na capital britânica.

Com gritos de ‘Isto é pela Síria’, Muhaydin Mire atacou um homem de 56 anos, que deixou gravemente ferido, e um outro, que ficou com ferimentos ligeiros, de acordo com os relatos das testemunhas.

As notícias de uma terceira esfaqueamento, tendo por vítima uma mulher, foram desmentidas ainda no próprio sábado. A mulher terá sido apenas ameaçada.

De acordo com a polícia metropolitana, o agressor é hoje presente a tribunal, estando acusado de tentativa de homicídio.

As autoridades têm investigado o caso como sendo um ato terrorista.

As imagens da polícia a dominar o suspeito caíram na internet. Richard Walton, comandante da unidade antiterrorista da Polícia Metropolitana de Londres, pediu ao autor da filmagem que se apresente junto das autoridades para prestar testemunho, pois pode fornecer informações importantes.

Mais partilhadas da semana

Subir