Economia

Dívida pública aumentou em fevereiro para 255,4 mil milhões de euros

A dívida pública situou-se em 255.369 milhões de euros em fevereiro, mais 3.000 milhões de euros do que no ano anterior, segundo os dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal (BdP).

Para este aumento, refere o BdP, contribuiu sobretudo o aumento dos títulos de dívida (2.700 milhões de euros), mas também das responsabilidades em depósitos (400 milhões de euros), “por via principalmente de certificados de aforro”.

Os ativos em depósitos das administrações públicas aumentaram 3.300 milhões de euros, pelo que a dívida pública líquida de depósitos caiu 300 milhões de euros face a janeiro para 234,7 mil milhões de euros, sinalizou.

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) anunciou na terça-feira que vai reforçar em 250 milhões de euros cada leilão de dívida de médio e longo prazo em 2020, num ajustamento do programa em resposta ao acréscimo de financiamento necessário para 2020 devido à pandemia da covid-19.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 791 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 38 mil.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo regime de quarentena e o encerramento de fronteiras, com significativo impacto na atividade económica.

Em Portugal, segundo o balanço feito na terça-feira pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 160 mortes, mais 20 do que na véspera (+14,3%), e 7.443 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 1.035 em relação a segunda-feira (+16,1%).

0Shares

Em destaque

Subir