Nas Notícias

Benfica em Guimarães com a tarefa mais difícil nos ‘quartos’ da Taça de Portugal

Os quatro primeiros classificados da I Liga de futebol procuram confirmar o favoritismo nos quartos de final da Taça de Portugal, em que o Benfica, recordista de títulos, se depara com a tarefa mais espinhosa, em Guimarães.

A equipa lisboeta, que ocupa o segundo lugar no campeonato, vai disputar na terça-feira o primeiro de dois encontros com o Vitória de Guimarães, quinto classificado, que reencontrará três dias mais tarde, para a 18.ª jornada da I Liga, ao qual até deverá atribuir maior importância, com vista ao desígnio de reconquistar o título nacional.

O Benfica, vencedor da Taça de Portugal em 26 ocasiões, substancialmente mais do que os rivais Sporting e FC Porto, ambos com 16 títulos conquistados, tenta alcançar a terceira vitória consecutiva desde que Bruno Lage substituiu – com rótulo de técnico provisório – o treinador Rui Vitória, após os triunfos sobre o Rio Ave (4-2) e o Santa Clara (2-0).

Os ‘encarnados’ não deverão poder contar com os avançados Jonas e Rafa, segundo e terceiro melhores marcadores da equipa, com seis e cinco golos, respetivamente, mas o treinador Bruno Lage até poderá poupar outros habituais titulares, num estádio onde o Benfica não perde desde 2012, tendo somado desde então seis vitórias e um empate.

O Sporting, quarto posicionado na I Liga e finalista vencido na época passada, também encontra no Feirense um adversário do escalão principal, mas, teoricamente, mais acessível, instalado no 16.º e antepenúltimo lugar do campeonato, sobre o qual recai o ‘ónus’ de apresentar um saldo de 13 derrotas e apenas um triunfo em 14 embates com os ‘leões’.

A equipa de Alvalade parece estar a perder ‘gás’, depois de um arranque encorajador sob o comando do treinador holandês Marcel Keizer, tendo sofrido nos últimos cinco jogos duas derrotas e um empate, no sábado, na receção ao FC Porto (0-0), que a manteve a distantes oito pontos da liderança do campeonato.

Ao campeão nacional, que cruzou a primeira volta do campeonato com vantagens confortáveis sobre os principais perseguidores, está reservada a tarefa menos complicada, no estádio do Leixões, único sobrevivente do escalão secundário, no qual ocupa o 11.º posto, onde procura manter-se na corrida pela conquista de um título que lhe escapa desde 2011.

O clássico com o Sporting provocou mais duas ‘baixas’ na equipa treinada por Sérgio Conceição, o defesa Maxi Pereira e o médio Danilo, que se juntaram aos lesionados Aboubakar e Otávio e podem contribuir para a estreia do regressado Pepe, recém-contratado ao Besiktas, ainda que o jogo de Alvalade também provocado estragos entre os sportinguistas, com a lesão de Bruno Gaspar.

O Desportivo das Aves continua a defender o título, o primeiro do clube, conquistado de forma surpreendente no ano passado, ao receber o Sporting de Braga, na expectativa de contrariar a tendência ditada pela classificação da I Liga, na qual os minhotos são quartos classificados e os avenses ocupam a 18.ª e última posição.

As meias-finais da Taça de Portugal, que se disputarão em duas mãos, já ficaram definidas durante o sorteio dos ‘quartos’ e poderão proporcionar um dérbi entre Benfica e Sporting, se os rivais lisboetas seguirem em frente, o que abre caminho a um confronto entre FC Porto e Sporting de Braga, caso confirmem o favoritismo na terça-feira.

– Programa dos quartos de final da Taça de Portugal:

Terça-feira, 15 jan

Desportivo das Aves (I) – Sporting de Braga (I), 18:00.

Leixões (II) – FC Porto (I), 19:30.

Vitória de Guimarães (I) – Benfica (I), 20:45.

Quarta-feira, 16 jan

Feirense (I) – Sporting (I), 20:45.

– Meias-finais:

1.ª mão (06 fev):

Vitória de Guimarães (I)/Benfica (I) – Feirense (I)/Sporting (I).

Leixões (II)/FC Porto (I) – Desportivo das Aves (I)/Sporting de Braga (I).

2.ª mão (03 abr):

Feirense (I)/Sporting (I) – Vitória de Guimarães (I)/Benfica (I).

Desportivo das Aves (I)/Sporting de Braga (I) – Leixões (II)/FC Porto (I).

Mais partilhadas da semana

Subir