Motores

Armindo Araújo salienta aspetos positivos apesar das dificuldades em Fafe

Não foi fácil a estreia de Armindo Araújo aos comandos do Hyundai i20 R5. O regresso do antigo Campeão do Mundo de Ralis Grupo N no Rali Serras de Fafe foi pautado por vários problemas, que o fizeram atrasar no primeiro dia de prova.

Depois de ter tido alguns problemas mecânicos e uma pequena saída de estrada, Armindo e Luís Ramalho foram conseguindo recuperar algum terreno para os primeiros classificados e terminaram esta primeira prova do Campeonato de Ralis de Portugal na quinta posição. Ainda que não fosse o objetivo traçado pelo piloto de Santo Tirso, acabou por mostrar aquilo que poderia ter feito se não tivesse tido alguns contratempos.

No final do rali da Demoporto, Armindo tinha algumas razões de satisfação: “A prova correu relativamente bem. Conseguimos terminar no top cinco, pudemos terminar a primeira prova deste grande projeto. Tivemos alguns pequenos problemas que nos condicionaram todo o rali. Alguns problemas mecânicos que nos retiraram a possibilidade de fazermos melhores tempos, mas isso faz parte de um projeto novo. Os indicadores para as próximas provas são bons. Vamos trabalhar nesses pequenos detalhes, mas o Hyundai mostrou que vai ser um grande aliado para estarmos na luta pelo título”-

“Apesar de todas as incidências que tivemos durante toda a prova o balanço é positivo. Conseguimos perceber que temos ritmo para lutar pelas vitórias e tenho a certeza de que nos próximos ralis seremos sérios candidatos à vitória”, acrescentou o piloto da Hyundai Motorsport Portugal.

6Shares

Em destaque

Subir