Nas Notícias

“Acho esquisito que se apele à união da esquerda em torno de Ana Gomes”

Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda, considerou “esquisito” que se apele ao voto da esquerda em Ana Gomes apenas por causa de André Ventura.

Sem identificar o deputado do Chega e elogiando a socialista, a líder bloquista recusou apoiar qualquer candidato apenas como ‘contraditório’ a uma “extrema-direita” com “quatro por cento” das intenções de voto.

“Vejo alguns apoiantes de Ana Gomes que dizem uma coisa do género ‘toda a esquerda deve unir-se em torno de Ana Gomes para fazer uma candidatura contra uma pessoa que tem quatro por cento nas sondagens’. Acho isso esquisito”, justificou Catarina Martins, em entrevista à Renascença.

Realçando que Ana Gomes “faz muito bem” em abrir um “debate interno” no PS, a coordenadora do BE defendeu que uma nova geringonça só será possível com um programa que seja verdadeiramente de “esquerda”.

“Não se combate a extrema-direita, o populismo e o ódio com falta de programas ou frentes vazias de conteúdo. Combate-se com a esquerda tendo uma resposta para o país: o que vamos resolver do emprego, do salário, das pensões…”, concluiu.

0Shares

Em destaque

Subir