Hoje é dia

19 de outubro, nasce Raul Solnado, o ator que fazia as pessoas felizes

“Façam o favor de ser felizes”, repetiu vezes sem conta Raul Solnado, ator e humorista português que hoje é recordado, na data em que se assinala o seu nascimento.

Raul Solnado nasceu em Lisboa e construiu uma carreira brilhante como humorista, apresentador de televisão e ator. É considerado um dos maiores nomes do humor português, reconhecimento que lhe foi feito, em vida, com a entrega de diversos prémios e homenagens.

A medalha de ouro da cidade de Lisboa, em 2002, e a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, entregue a 10 de junho de 2004 pelo Presidente Jorge Sampaio, são parte dessa grande homenagem que ao longo da vida foi recebendo.

A mais sentida de todas foi talvez o carinho do público, sentimento suscitado pelo talento do homem simples, que fazia rir. Raul Solnado começou a fazer teatro na Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul, em 1947, profissionalizando-se em 1952.

Desde então, percorreu palcos e fez soar gargalhadas, com o lema “façam o favor de ser felizes”, a frase que marca o discurso da sua vida. Foi, até à sua morte, diretor da Casa do Artista, sociedade de apoio aos artistas, que fundou juntamente com Armando Cortez, entre outros nomes da cultura.

Solnado faleceu a 8 de agosto de 2009, vítima de doença cardiovascular. Portugal perdeu um ícone, que hoje se lembra, com a maior das homenagens: a memória.

Hoje recorda-se também Vinícius de Moraes, diplomata, dramaturgo, jornalista, poeta e compositor brasileiro, que nasceu no Rio de Janeiro, a 19 de outubro de 1913. Tom Jobim chamava-lhe “o poetinha”, mas a obra de Vinícius não se conta com diminutivos.

“Neste dia, no ano 202 antes de Cristo, ocorre a Batalha de Zama, decisiva na segunda guerra púnica, quando o exército romano derrota os cartagineses. Já em 1967, a sonda Mariner 5 sobrevoa Marte e a 19 de outubro de 2003 Madre Teresa de Calcutá é beatificada por João Paulo II.

Nasceram a 19 de outubro Auguste Lumière, um dos pais do cinema (1862), Vinícius de Moraes, diplomata, poeta e compositor brasileiro (1913), Raul Solnado, ator e humorista português (1929), Glória Menezes, atriz brasileira (1934), Philip Pullman, escritor britânico (1946), e Evander Holyfield, pugilista norte-americano (1962).

Morreram neste dia Jonathan Swift, escritor irlandês (1745), José Rodrigues, pintor português da época romântica (1887), John Reed, escritor e jornalista norte-americano (1920), António Joaquim Granjo, presidente do Conselho de Ministros da Primeira República portuguesa (1921), Ernest Rutherford, físico britânico (1937), e Samora Machel, presidente de Moçambique (1986).

925Shares

Mais partilhadas da semana

Subir