Nas Redes

Cria página no Facebook e hashtag para denúncia de abusos dos patrões

Joyce Fernandes, uma brasileira que foi empregada doméstica, criou uma página do Facebook e a hashtag #EuEmpregadaDoméstica para reunir denúncias feitas por vítimas de abusos de patrões. E não tem mãos a medir com tanta queixa.

Uma brasileira de 31 anos, professora de História e ex-empregada doméstica, já foi vítima de abusos dos patrões. E teve uma ideia: criar um espaço de denúncia de situações semelhantes.

Para o efeito, criou uma página do Facebook, chamada ‘Eu Empregada Doméstica’ e uma hashtag com o mesmo nome. A página cresceu até aos 113 mil fãs (número naturalmente provisório) e a etiqueta é uma das mais usadas.

A própria criadora desta página partilhou um caso de abuso que sofreu. “Joyce, foste contratada para cozinhar para a minha família, e não para ti. Por favor, traz uma marmita e um par de talheres e se possível coma antes de nós na mesa da cozinha”, exigiu-lhe a mulher que a contratou.

Na sua página, estão reunidos testemunhos semelhantes, de pessoas que contam histórias de humilhação ou desrespeito, por terem sido contratadas para fazer serviços domésticos.

O sucesso da página de Joyce Fernandes é assinalável. Mede-se nã apenas pelos números de fãs, mas pelos posts e, sobretudo, pela quantidade de reações.

Veja um dos posts partilhados na página.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: