Motores

Will Power aproveita a chegada da chuva para vencer a IndyCar em Pocono

Will Power tirou partido da chegada da chuva e ao fim prematuro da 13ª prova de IndyCar, que teve lugar em (Pensilvânia), para obter a sua primeira vitória de 2019.

O australiano da Penske não tem tido muita sorte ao longo da época, às vezes por más decisões suas, outras da sua equipa e também alguns azares.

No domingo Power, o campeão de 2014, acabou por ver as circunstâncias ‘sorrirem-lhe’, quando a meteorologia antecipou o final de uma prova bastante movimentada, e que se iniciou com um grande acidente.

Inicialmente a ‘carambola’ envolveu Alexander Rossi, Takuma Sato e Ryan Hunter-Reay, antes de James Hinchcliffe e Félix Rosenqvist serem vítimas colaterais do acidente. Todos os envolvidos foram transportados ao hospital, de onde todos saíram horas mais tarde sem qualquer lesão grave.

Mas os percalços desta prova não se ficaram por aqui, uma vez que a corrida seria interrompida com bandeira vermelha a 45 minutos do final. Na quinta posição aquando do acidente inicial, Will Power tinha sido relegado para último devido a uma visita às boxes inesperada.

Contudo o australiano do Dallara # 12 foi paciente e foi recuperando posições, até ultrapassar Scott Dixon na volta 115. Mas a chegada de uma tempestade acabaria por fazer a corrida parar definitivamente a prova, sendo que Power estava na frente, seguido por Dixon e Simon Pagenaud.

Destaque para o ‘rookie’ Santino Ferucci, que foi quarto e igualou o seu melhor resultado desde que está na IndyCar, e que tinha sido no Texas. Josef Newgarden, que chegou a rodar à frente de Scott Dixon, teve de se contentar com o quinto posto.

Ainda assim o norte-americano da Penske conservou a liderança do campeonato, com 35 pontos de vantagem sobre Alexander Rossi, que nesta prova não foi além de um modesto 18º lugar.

Em baixo as imagens contam melhor a história da corrida.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir