Economia

Wall Street fecha em alta apesar do aumento do desemprego nos EUA em 5,2 milhões

A bolsa nova-iorquina encerrou hoje em alta, apesar dos maus números sobre as novas inscrições para o subsídio de desemprego nos EUA.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o índice seletivo Dow Jones Industrial Average ganhou 0,14%, para os 23.537,68 pontos, passando para território positivo mesmo antes do final.

Da mesma forma, o tecnológico Nasdaq fechou com ganhos mais fortes – de 1,66%, para as 8.532,36 unidades -, a beneficiar da boa saúde de vários tecnológicos, como a Netflix que atingiu o máximo valor histórico no fecho de uma sessão, depois de valorizar 2,9% em relação a quarta-feira, fechando nos 439,17 dólares.

Por sua vez, o alargado S&P500 acabou a subir 0,58%, para os 2.799,55 pontos.

Na semana passada, os EUA registaram mais 5,2 milhões de novos desempregados que solicitaram os subsídios de desemprego, segundo as estatísticas publicadas hoje pelo Departamento do Trabalho.

Na semana anterior tinham sido registadas 6,6 milhões de inscrições.

Em quatro semanas, o total de pessoas que se inscreveram nos centros de desemprego ascende a mais de 22 milhões de pessoas.

Apesar destes números, novamente catastróficos, que refletem em muito o impacto da pandemia do novo coronavírus, os investidores preferiram valorizar os sinais positivos, considerou Quincy Krosby, da Prudential.

“Os investidores compreendem que é a situação com que estamos confrontados. Eles esperam que vá haver uma tentativa de fazer repartir a economia”, salientou esta analista de mercado.

Donald Trump deve apresentar esta noite o seu plano para a reabertura da economia.

“O que o governo quer antes de tudo é que as pequenas e médias empresas possam reabrir”, indicou Krosby.

Estas empresas “são consideradas a coluna vertebral da economia norte-americana, porque empregam dois assalariados em cada três”, lembrou a analista.

A época dos resultados de empresa continuou hoje, com o banco Morgan Stanley a divulgar um impacto pesado da crise sanitária nas suas atividades no seguimento de vários dos seus rivais e fechou a perder 0,1%.

A sociedade gestora de investimento Blackrock, por seu lado, que fechou em alta de 3,6%, mostrou-se confiante para o resto do ano, garantindo que limitou o desgaste causados pela pandemia.

Segundo as estimativas do gabinete de análise financeira Factset, as 500 maiores grandes empresas cotadas em Wall Street deem ver os seus lucros trimestrais recuar em média superior a 13%.

0Shares

Em destaque

Subir