Mundo

Vídeos falsos do furacão Irma entopem redes sociais e enganam até os meteorologistas

Os grandes acontecimentos mediáticos, como o furacão Irma, trazem à tona o lado mais perverso das redes sociais. Na ânsia dos cliques, não falta quem publique vídeos dramáticos, mas que na verdade são imagens registadas em eventos passados.

E, para mostrar que estão ‘em cima do acontecimento’, também não faltam internautas que partilhem esses vídeos falsos, geralmente sem qualquer preocupação quanto à autenticidade dos mesmos.

Um dos vídeos mais virais do dia, “Furacão Irma devasta ilhas de Antígua e Barbuda”, mostra na verdade a passagem do tornado Dolores pelo Uruguai, em maio do ano passado. Mas este vídeo de ‘última hora’ do furacão Irma tem já mais de 27 milhões de visualizações.

Um outro vídeo que também viralizou hoje data, originalmente, de dezembro de 2016, quando o ciclone Vardah atingiu com força a Índia. Com tanta força que as pessoas tiveram de formar uma corrente humana para retirar as crianças presas num autocarro.

Um autocarro que, ‘notícia de última hora’, acaba de ser virado pelo furacão Irma! Desta feita, a epidemia dos vídeos falsos vitimou até um experiente meteorologista.

Jamie Erle foi um dos mais de 150 mil internautas que partilhou o vídeo da Índia (a pensar que era do furacão Irma) nas redes sociais, sendo um dos muito poucos que descobriu o erro e pediu desculpa publicamente.

“Sinto muito. Isto NÃO É O IRMA. É um vídeo antigo. Peço sinceras desculpas. Não tive o cuidado de ver com atenção e agradeço a quem o fez. Mais uma vez, peço desculpa”, escreveu o meteorologista.

Esse falso vídeo do furacão Irma tem quase três horas de duração. Veja este que mostra o mesmo autocarro a ser virado pelo ciclone Vardah, na Índia, em dezembro do ano passado.

https://playbuffer.com/watch_video.php?v=N7SKSRMHHSS3

15Shares

Em destaque

Subir