Mundo

Vídeo: Deputado gera polémica ao retirar placa contra genocídio negro

Um deputado do partido do qual Bolsonaro já fez parte gravou um vídeo onde parte uma placa contra o genocídio da população negra, que se encontrava numa exposição que assinala o Dia Nacional da Consciência Negra. O deputado federal Coronel Tadeu considera que o cartaz é… racista. Veja o vídeo.

“Polícias não são assassinos. Polícias são guardiões da sociedade, sinto orgulho de ter 600 mil profissionais trabalhando pela segurança de 240 milhões de brasileiros”, escreveu o deputado, numa legenda do vídeo que partilhou nas redes sociais.

A placa, colocada numa exposição na Câmara dos Deputados, em Brasília, pretendia transmitir uma mensagem sobre a resistência da população negra, no Brasil. Só que Coronel Tadeu entendeu-a como uma forma de transmitir a mensagem de que os polícias s.

“Claro que o racismo é crime. É a coisa mais abominável, hoje, no seio da nossa sociedade brasileira e mundial”, afirmou.

Porém, discordou do facto de um agente de polícia estar com uma arma e com uma vítima negra, entendendo aquela imagem como um sinal de que só os “sujeitos negros” são vítimas.

“Isto quer dizer o quê? Que a polícia só mata preto? Isto não vai ficar aqui!”

E reagiu mal.

7Shares

Mais partilhadas da semana

Subir