Mundo

Vídeo: Conheça o mergulhador que morreu a salvar as crianças tailandesas

Saman Kunan tinha 38 anos e era um dos mergulhadores da equipa de resgate que tenta salvar as 12 crianças e um adulto que ficaram presos numa gruta na Tailândia. Perdeu a vida enquanto transportava oxigénio e mantimentos para as vítimas. E este incidente levantou mais questões sobre a segurança do resgate. Veja o vídeo.

“Depois de entregar uma reserva de oxigénio, ficou sem oxigénio para regressar” à superfície, anunciou o vice-governador da província de Chiang Rai, Passakorn Boonyaluck.

“Saman Kunan ficou inconsciente no caminho de regresso, e o companheiro de mergulho tentou ajudar”, realçou o chefe dos comandos da marinha tailandesa, Apakorn Yookongkaew.

A morte de um mergulhador na Tailândia, na madrugada desta sexta-feira, vem levantar dúvidas sobre a segurança da missão de resgate que decorre

Kunan integrava a equipa de elite da marinha tailandesa.

Se um mergulhador profissional morre no trajeto, o que pode ocorrer a uma criança que não sabe nadar e nunca mergulhou?

Um mergulhador experimentado demora cerca de 11 horas a chegar ao local onde se encontram as crianças: seis horas para ir e cinco horas para regressar, graças a corrente.

O percurso estende-se por vários quilómetros através de canais acidentes, com passagens difíceis sob a água.

Este acidente ocorreu quando as equipas de socorro e busca dos 12 rapazes e do seu treinador de futebol, presos numa gruta há 13 dias, aceleravam hoje os preparativos para a sua retirada, antes do regresso anunciado da chuva.

Os socorristas esperam conseguir, com a ajuda de bombas, baixar o nível da água, de modo a permitir que as crianças não tenham que mergulhar durante muito tempo.

Conheça o mergulhador:

Mais partilhadas da semana

Subir