Nacional

Vídeo: “Cheguei a gastar 200 euros em droga por semana”, assume Ricardo Carriço

Numa entrevista no ‘Você na TV’, Ricardo Carriço assumiu um passado de toxicodependência, do qual se livrou graças à consciência que teve. Mas alerta: “Isto é como o Uber. Se quiseres, levam-te a casa. Os mercados existem, todos”. Veja o vídeo.

O ator abriu o coração e falou do passado, um passado difícil, onde a droga era presença assídua. Ricardo Carriço dependia da cocaína, mas não estava agarrado a ela, tinha domínio sobre a droga.

“A cocaína tem um fator psicológico muito forte. Sentes-te o rei e o senhor do mundo. Alimenta-te o ego. Quando mais tarde volto a entrar nesse ciclo, sempre tive consciência. Eu nunca estive agarrado à droga. Eu sempre estive consciente daquilo que estava a fazer”, conta.

Até que sente o chão a cair. “De repente, quando tenho consciência do que estava a acontecer, digo para mim: ‘isto não é normal, isto é de loucos’”.

Ricardo Carriço recorda o custo monetário dessa dependência: “Se cada grama custava 10 contos (50 euros), faz as contas, eu gastava 200 euros por semana”.

Assume que conseguiu ajudar-se a si próprio, não teve medo de contar toda a verdade e conseguiu obter a ajuda de uma amiga.

“Ela começou a perceber que alguma coisa não estava correta. E percebeu em que estado emocional eu estava”.

Hoje, o ator alerta para os riscos de cair nesse vício.

“Isto é como o Uber. Se quiseres, levam-te a casa. Os mercados existem, todos. Ou tens consciência e afastas-te deles, ou não tens e continuas neles”, diz.

Como conselho, deixa a sua experiência e a forma como se reergueu: “O segredo é nunca ter medo de contar a nossa verdade”.

Veja o vídeo.

Mais partilhadas da semana

Subir