Motores

Vencedor das 500 Milhas de Indianápolis quer ganhar Le Mans

Simon Pagenaud quer juntar à vitória conseguida nas 500 Milhas de Indianápolis, este ano, ao triunfo nas 24 horas de Le Mans.

O piloto francês do Team Penske na IndyCar e no IMSA admitiu esse objetivo no ‘paddock’ do Grande Prémio da Hungria de F1, onde foi convidado de honra e deu a bandeirada de xadrez ao vencedor Lewis Hamilton.

Não se pode falar que Pagenaud queira tentar a ‘triple crown’, como sucedeu recentemente com Fernando Alonso, porque o gaulês nunca venceu o Grande Prémio do Mónaco e é pouco provável que, nesta altura da sua carreira, vá para a Fórmula 1 no futuro.

Mas o piloto de Poitiers tem experiência em Le Mans e já esteve perto de triunfar na pista de La Sarthe quando em 2011 foi segundo pela Peugeot, dividindo então um dos 908 HDI FAP com Pedro Lamy e Sebastien Bourdais. Por isso sente que tem uma espécie de ‘trabalho por terminar’ na mais famosa prova de endurance do Mundo.

“Terminei em segundo, por isso é preciso concluir o negócio”, admitiu Simon Pagenaud à agência Reuters. O francês diz que Le Mans “é uma das melhores recordações” da sua carreira, “e é claro que depois de ter ganho em Indianápolis o objetivo será ganhar igualmente Le Mans”.

“Um dia tento certamente de tentar regressar e estar numa boa situação para ganhar. Não o farei senão puder ganhar a corrida”, garante Pagenaud, que caso contretizasse um triunfo nas 24 horas de Le Mans se juntaria a um restrito ‘clube’ do qual fazem parte A.J. Foyt ou Graham Hill, que venceram simultaneamente a corrida francesa e as Indy 500.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir