Motores

Corvette ‘diz não’ às 24 Horas de Le Mans

Depois da Core Autosport é a vez da Corvette Racing anunciar a sua renúncia à 88ª edição das 24 Horas de Le Mans.

A situação de pandemia por Covid-19 é a razão para este anúncio, pois para além da crise económica gerada pelo estado de emergência acrescem os problemas de logística,, pois é necessária a abertura das fronteiras e as autorizações para as viagens aéreas entre a América do Norte e a Europa.

Não obstante o reagendamento da clássica de resistência para 19 e 20 de setembro, a Corvette Racing achou melhor comunicar a desistência da sua participação na prova de La Sarthe, retirando os novos Corvette C8.R de motor central, que deveriam ser guiados por Jordan Taylor, Antonio García e Nick Catsbourg (# 63) e por Tommy Milner, Oliver Gavin e Marcel Fässler (# 64).

Estas duas ‘baixas’ promovem à prova faz com que de 13 concorrentes a categoria GTE passe a sete. Isto se o Ferrrari # 62 da Risi Competizione – que também é uma formação norte-americana – não renunciar também. Já para não falar dos Oreca # 48 da Rick Ware Racing e # 49 da Performance Tech nos LMP2, e do Ferrari # 65 da Weather Tech Racing em GTE AM.

0Shares

Em destaque

Subir