Motores

Troféu Mighty Mini decidido apenas na última prova

Foi necessário esperar até à última prova do ano para se conhecer o vencedor do Troféu Mighty Mini.

E foi sob intensa chuva que os corajosos pilotos dos pequenos carros britânicos se lançaram para o derradeiro confronto do ano, os 250 Km do Estoril. Uma prova que habitualmente encerra a época e que tem a duração de duas horas.

Uma verdadeira prova de ‘endurance’, que obriga também a paragens nas boxes para troca de pilotos e reabastecimento e também a que os pilotos dividam o carro entre dois a quatro, fazendo com que as táticas ganhassem uma importância que não têm tanto nas corridas ‘sprint’.

Miguel Sales, Rui Salvada e João Cavaleiro partiram na frente, com o Mini de Guilherme Affonso e Lourenço Beirão da Veiga no seu encalço, e dos Nelson Rego e Alexandre Leal na terceira posição, enquanto Guilherme Dal Maso, líder da competição, juntamente com José Carvalhosa, arrancava apenas de quarto.

As voltas iniciais presenciaram uma luta a quatro, mas depois os autores da ‘pole-position’ viriam atrasar-se na sequência um pião, com Affonso e Beirão da Veiga a protagonizarem um grande duelo pela liderança com Dal Maso e Carvalhosa.

Nem mesmo as paragens das boxes alteraram o trio da frente, ainda que depois Guilherme Affonso e Lourenço Beirão da Veiga conseguissem ganhar uma pequena vantagem sobre os seus mais diretos adversários. A grande novidade era o facto de Francisco Borreguero, Manuel Ferrão e Tiago Marques terem ascendido à quarta posição.

Já na segunda ronda de ‘pit-stops’ o trio da frente voltou a juntar-se, voltando a dar mais emoção à corrida, sendo que Guilherme Dal Maso conseguiu ver as ‘contas’ do troféu ‘inclinarem-se’ para o seu lado ao terminar no último lugar do pódio.

A vitória nesta prova de duas horas acabaria por ir para o brasileiro Guilherme Affonso, que se estreou este ano no troféu, e para o experiente e profissional Lourenço Beirão da Veiga, que acabaram por levar a melhor sobre Nelson Rego e Alexandre Leal, que foram também terceiro e quarto nas ‘contas finais’ do Troféu Mighty Mini.

João Cavaleiro e Silva manteve o segundo lugar na competição ao terminar esta derradeira corrida do ano na sexta posição, repartindo o carro com Miguel Sales e Rui Salvada, que foram quarto e sexto no troféu, enquanto Francisco Borreguero, Manuel Ferrão e Tiago Marques acabaram a prova na sexta posição, devido a um furo.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir