Justiça

Tribunal solta suspeito de agredir grávida de nove meses

O homem que foi detido em flagrante a agredir uma mulher grávida de nove meses, na via pública, vai aguardar julgamento em liberdade, ficando sujeito à medida de coação de proibição de permanência na habitação.

De acordo com a TVI 24, o homem, que foi detido por um polícia à civil, que estava de folga, foi presente a tribunal, tendo-lhe sida aplicada a medida de coação de proibição de permanência na habitação.

A mulher que foi espancada na via pública, obrigando mesmo à intervenção de um elemento de elite da Unidade Especial de Polícia, que estava de folga e passava no local, continua internada no hospital.

Na passada terça-feira, um agente da unidade de elite da PSP estava de folga mas foi o herói do dia ao salvar uma mulher grávida que estava a ser agredida na rua.

O homem parou a viatura em que estava e procurou afastar o agressor da vítima.

A mulher foi transportada para Hospital de Vila Franca de Xira, “com lesões graves”, mantendo-se ainda internada naquela unidade hospitalar.

Já o homem que foi detido a agredir a mulher, foi presente a tribunal e colocado em liberdade, segundo a TVI 24.

Já se sabe quem é o PSP herói que salvou uma grávida agredida na rua

 

Mais partilhadas da semana

Subir