Motores

Sam Bird vence em Santiago do Chile e Félix da Costa desiste

A terceira prova da temporada de Fórmula E foi muito movimentada, para o melhor e para o pior. Muita disputa, vários incidentes a colocarem de fora, Sam Bird a regressar às vitória e António Félix da Costa a abandonar.

Mesmo antes da prova começar Lucas di Grassi perdeu a ‘pole position’ e foi relegado para o final da grelha, depois Sebastien Buemi, que arrancou na frente, manteve-se na liderança até cometer um erro e ir ao muro.

Finalmente, Pascal Wehrlein veio ‘com tudo’ para cima de Sam Bird no último terço da corrida mas não conseguiu destronar do comando o britânico da Virgin, que partira da quarta posição do ‘grid’, mas que logo na partida conseguiu deixar para trás Daniel Abt.

O alemão da Audi Sport acabaria a corrida na terceira posição, depois de Alexander Sims ter sido penalizado, depois de ter dado um toque no monolugar de Edoardo Mortara. O suíço italiano da Venturi classificou-se na quarta posição, enquanto a punição ao britânico da BMWi Andretti relegou-o para a sétima posição, atrás de Robin Frijns (Virgin) e Mitch Evans (Jaguar).

Já António Félix da Costa partiu de 17º e depois de ganhar uma posição após a largada começou a lutar por ‘trepar’ na classificação. Infelizmente viria a envolver-se numa colisão com o líder do campeonato, Jean-Eric Vergne, que acabou por atrasá-lo, vindo a abandonar com problemas no seu monolugar.

Classificação final
1º Sam Bird (Virgin) 47m02,511s
2º Pascal Wehrlein (Mahindra) + 6,489s
3º Daniel Abt (Audi Sport) +14,529s
4º Edoardo Mortara (Venturi) + 17,056s
5º Robin Frinjs (Virgin) + 20,276s
6º Mitch Evans (Jaguar) + 23,755s
7º Alexander Sims (BMWi Andretti) + 27,590s
8º Jerôme d’Ambrosio (Mahindra) + 41,984s
9º Oliver Turvey (NIO) + 45,059s
10º José Maria Lopez (Dragon) + 45,376s

9Shares

Mais partilhadas da semana

Subir