Desporto

“Rui Vitória é um precário no mercado de trabalho”, responde Francisco J. Marques

Francisco J. Marques respondeu ao Benfica por causa da multa a Sérgio Conceição, que escapou a uma suspensão, após a expulsão no Estádio do Bessa. O Benfica fala em “descrédito total” e lembra que Rui Vitória já foi suspenso. Agora, o FC Porto responde às águias e revela que Vitória “é um precário no mercado de trabalho”.

A troca de ‘galhardetes’ entre o Dragão e a Luz prossegue, desta vez com a resposta de Francisco J. Marques a Luís Bernardo, diretor de comunicação do Benfica.

Depois de o dirigente encarnado ter comentado a multa a Sérgio Conceição como o “descrédito total”, uma vez que o treinador dos portistas não foi suspenso, após a expulsão no último jogo, diante do Boavista, Francisco J. Marques veio já a público devolver uma resposta às águias.

Se o diretor de comunicação do Benfica recorda que na época passada, o Conselho de Disciplina puniu Rui Vitória com 15 dias de suspensão, após a sua expulsão no jogo com o Moreirense, “evocando reincidência de outras expulsões, em épocas anteriores, noutros clubes que não o Benfica”, agora, diz o dirigente das águias Conceição “só nesta época já foi expulso três vezes e, se recuarmos a épocas anteriores, segundo a contabilidade de um jornal, conta 15 expulsões e agora assistimos a um total apagão de reincidências”.

Francisco J. Marques já reagiu e escreveu no Twitter que esta situação é “normal” e explica.

“É normal que o Rui Vitória sofra castigo efetivo e Sérgio Conceição não, pela simples razão que no FC Porto adoramos o nosso treinador”, começou por escrever.

E prosseguiu: “No Benfica querem despedir o deles, que agora é mais um precário no mercado de trabalho. Na perspetiva do vieirismo, um castigo até dá jeito.”

Mais partilhadas da semana

Subir