Motores

Ricardo Teodósio “gostaria de fechar o campeonato com duas vitórias”

Ricardo Teodósio podia ter estado ausente do Rali Terras D’Aboboreira, pois escolheu-o como a prova em que não pontuava (como manda o regulamento), mas preferiu alinhar para usá-lo como um teste para os dois últimos ralis da época.

O líder do campeonato surgiu assim na prova do Clube Automóvel de Amarante com uma postura diferente, concentrando-se noutras coisas que não a luta pela vitória, e acabou por terminar na quarta posição chegando a conclusões interessantes quando a acertos e afinações do seu Skoda Fabia R5.

Foto: AIFA

“Foi um teste de longa duração, mas que se revelou bastante positivo. A nossa função era testar coisas diferentes e acabei por retirar conclusões muito positivas. Nos últimos troços gostei bastante do carro, especialmente no último. Fizemos um rali controlado, sabendo perfeitamente que podíamos andar mais depressa”, diz Ricardo Teodósio.

O piloto algarvio também referiu a importância da sua presença no Rali Terras D’Aboboreira em termos de retorno: “Queríamos fazê-lo também pelos patrocinadores, sabendo que se trata de uma prova com muito público”.

Foto: Ricardo Cachadinha

A desistência de Armindo Araújo neste rali permitiu que Ricardo Teodósio saísse de Baião ainda na frente do campeonato, pelo que a motivação para a parte final da temporada é ainda maior.

“A duas últimas provas do ano vão decidir o título e estamos focados nesse objetivo. Vamos mais confiantes para a Marinha Grande. Gostaria de fechar o campeonato com duas vitórias nas duas últimas provas do ano”, remata o piloto de Albufeira.

Mais partilhadas da semana

Subir